REFLEXÕES

Glândulas
03/06/20
 
Ao finalizar o processo com as glândulas me senti muito estimulada. Era a primeira vez que estava desenvolvendo o trabalho de forma remota e me preocupava a qualidade da presença atingida nos encontros. De fato, ao final das cinco aulas, muita coisa havia sido aprimorada para que fosse possível adaptar ao formato online. Aprendi que existe um movimento de confiança e desapego. O convite é feito e o aluno vai aproveitá-lo da melhor forma possível para si naquele instante. Poder acessar as pessoas dentro de seu limite pessoal, é uma das vantagens que localizei nos encontros online.
 
Muitas pessoas que se sentem de alguma forma constrangidas de dançar na presença de outros, o fizeram ao reservar para si uma pausa e um ambiente preservado. Foram muitos os relatos de alunos que experimentaram liberdade, desprendimento e a coragem para um movimento íntimo mais ousado. O trabalho com as glândulas inclusive favoreceu acolhimento. Os alunos puderam alcançar uma qualidade meditativa de presença, sentindo-se apoiados por seus ossos, e sintonizando com a “mente” específica de cada glândula.
 
Quando exploramos as gônadas por exemplo, as ativações aconteceram num caminho mais estruturante de conexão com a terra. Pâncreas e suprarrenais trouxeram relatos de uma ativação enérgica, o que não aconteceu com as glândulas do coração, quando os relatos foram de libração e comoção. A prática sugerida no encontro da pineal e pituitária foi uma ferramenta inclusive utilizada por alunos após o final do módulo, alguns se sentiram instrumentalizados para praticar sozinhos, o que me trouxe imensa satisfação. Uma grande realização pessoal é poder convidar pessoas ao movimento interno, ao autoconhecimento, ao bem-estar.
Ossos
08/07/2020
Eles permanecem quando já partimos do nosso corpo. Alimentando a terra, retribuindo seu cálcio, sua matéria. 
Eles guardam nossos órgãos, nosso cérebro, nossos geradores de vida.
Possuem camadas, fluidas ou compactas, independente da textura, eles estão prontos para nos dar o que precisamos, desenhar nosso movimento no espaço, suportar um avanço, proteger uma transformação. 
A minha sensação de convidar a sensorialidade do esqueleto é revigorante, liberta os pensamentos e organiza meu ser em diferentes esferas e camadas.
Poderoso toque, poderoso movimento, poderoso corpo inteligente e sensível. Que o anel da minha cintura escapular te alcance e te conforte e que o seu anel da sua cintura escapular possa me ser um lugar de repouso. Em relação nos movemos, em ossos nos estruturamos. 
Agindo no mundo
23/10/2020
Cada vez mais percebo a maneira como o lugar onde estou e pertenço influenciam no meu movimento e nas minhas emoções. É sabido que sentir, perceber e agir são complementares e poder experimentar isso no meu corpo me traz uma gratidão a vida porque realmente fica palpável a pausa para escolha. um trabalho com foco expandido e coragem. Um caminho para a comunicação e honra às palavras, à voz. Um caminho para a possibilidade de ganhar um mapa do seu corpo antes de se mover e responder. É um alcance revolucionário poder se dar o que precisa e deixar o corpo de ensinar o que você precisa, porque é ele que sabe, que experimenta, que atravessa e percorre. Seu pensamento é corpo. Existe no corpo. Poder ganhar uma qualidade de atenção que não antecipa e às vezes não reconhece, mas sempre acolhe escolhe. Que perfeito somos, com nossas orelhas anatomicamente desenhadas para captar a voz humana, com nosso toque convidativo para vida que é movimento, com  nossa voz sendo um sentido tradutor do meio interno e externo, das infinitas possibilidades de aromas e sabores, tanta coisa, tanto milagre vivo em uma única célula. Gracias vida. 
Porque acredito que educação somática combina com a escola.
 
24/11/2020
 
Considerando o instrumento normativo Base Nacional Curricular Comum, entende-se que a educação básica deve fornecer ao longo da formação do estudante competências que mobilizem conhecimentos, habilidades, atitudes e valores para atender as demandas do convívio social e do mundo de trabalho. Reconhece-se também que é papel da escola orientar para preservação do meio ambiente, transformações e construções sociais mais justas e humanas.
São dez competências gerais dentre as quais destaco alguns pontos: Exercitar a curiosidade intelectual e estimular o exercício da criatividade; reflexão e criação de hipóteses com base na ciência e nos conhecimentos de diferentes áreas; valorizar as práticas e manifestações artístico culturais; utilizar diferentes linguagens para expressão de ideias, experiencias, sentimentos e informações; aprender a cuidar de si, reconhecendo também as emoções próprias e dos outros; praticar a empatia, a colaboração e agir com autonomia, protagonismo e responsabilidade. Ainda, considerando o período etário dos alunos do final do ensino fundamental 2 e médio, a escola sob orientação da BNCC, entende a juventude em todo seu amplo grau de diversidade e buscará assegurar uma formação em sintonia com essas dimensões múltiplas.
Então por que acredito que a educação somática combina com a escola? Dentre seus métodos, pode-se compreender a educação somática como um campo prático e teórico sobre as esferas que abrangem o corpo humano e o movimento. Especificamente no Body Mind Movement, método pelo qual me formei terapeuta e educadora busca-se convidar as pessoas para reorganizações nos níveis físicos, emocionais mentais e espirituais. Estudos de fisiologia, anatomia, biomecânica, pesquisas atuais sobre o sistema nervoso entre outros campos do corpo, são considerados como fonte de material para corporificação e assim buscar uma conexão mais facilitada entre corpo e mente podendo nos orientar a mover-nos em direção à saúde em todos os seus âmbitos.
A corporificação é um aprendizado que acontece dentro da experiência, o corpo é instrumento a ser aprimorado e apreciado, fonte de material que nos transforma e coloca na direção de melhores relações consigo e com o meio. O movimento também é exercitado como forma de expressão artística afim de integrar a corporificação.
Nesse sentido vejo o trabalho somático muito possível de ser praticado por uma escola que valorize o protagonismo dos estudantes e o aprendizado integral, compreendendo as trocas aprofundadas no que temos de mais vivo sobre nós mesmos, o corpo.
Além disso, a maneira como se organizam os grupos para a prática do Body Mind Movement, utiliza formação de duplas e trios o que favorece a empatia pelo processo do outro, fortalecendo vínculos e trocas honestas. É uma maneira de conhecer o corpo, aprender suas conexões com a mente e novas formas de nos movimentar. Expandir a esfera criada para prática na vida cotidiana, restaurar relações e produzir transformações sociais, essa é a escola da vida
  • Ícone do Instagram Preto